» CIDE Centro [Tinga] inaugurado

Postado em: sábado, 27 de julho de 2013 às 23:35

 

 

Cidade ganha complexo educacional em tempo integral

Foto JC Curtis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Centro Integrado de Desenvolvimento Educacional é entregue em conceito inédito de Educação
Thereza Felipelli
Dezenas de pessoas participaram no último sábado da inauguração do do Cide (Centro Integrado de Desenvolvimento Educacional), no Tinga, em Caraguatatuba, que irá beneficiar cerca de 10 mil moradores da região Central de Caraguá (Tinga, Poiares e Gaivotas). A nova unidade educacional proporcionará, em tempo integral, ensino de qualidade, esporte e cultura. Estiveram presentes no evento, além da comunidade, educadores e alunos, o prefeito de Caraguá, Antonio Carlos, o vice-prefeito Antonio Carlos Júnior, e os secretários municipais.
Durante a inauguração, o prefeito contou sobre o início das projeções que resultaram na construção das três unidades do Centro Integrado de Desenvolvimento Educacional (Cide’s) nas regiões Sul (Perequê-Mirim), Centro (Tinga) e Norte (Casa Branca/Olaria). Nos bairros Perequê-Mirim e Casa Branca as obras continuam em andamento e têm previsão de serem entregues ainda este ano, de acordo com Antonio Carlos. “Este complexo educacional em tempo integral foi entregue em um conceito inédito de educação em tempo integral, para ser referência a outros municípios. Desde o CEI, para o desenvolvimento do intelecto de nossas crianças, até o 9º ano do Ensino Fundamental, com acesso à boa alimentação, esportes e cultura em um só lugar. Idealizamos uma escola, na qual gostaríamos que nossos filhos estudassem e onde a comunidade possa ser atendida com carinho, respeito e esmero”, ressaltou o prefeito.
O espaço
Em homenagem ao ex- ministro da Educação, o local – denominado Cide Centro – recebeu também o nome Ministro Paulo Renato Souza.
Com 11 mil m2, o Cide Centro foi construído em uma área com mais de 16 mil m². O complexo educacional, com mais de 5.200 m2, é formado pelo CEI (Centro de Educação Infantil) e pela EMEI (Escola Municipal de Educação Infantil) Profª Maria Elma Mansano e Emef (Escola Municipal de Educação Fundamental) Profª Maria Aparecida de Carvalho. Ao todo são 22 salas de aulas, pátio coberto e refeitórios exclusivos por idade.
Infantil – O CEI/Emei do Cide terá fraldários, nove salas de aula amplas e bem iluminadas, salas de amamentação, lactários, depósitos, solários, escaninhos (armários), pátio coberto, refeitório, pátio externo e banheiros equipados com banheiras e duchas.
A educação infantil terá capacidade para atender cerca de 300 crianças, mas receberá, inicialmente, 160 alunos do berçário ao ensino infantil (5 anos) que serão transferidos do CEI Jardim Primavera.
Segundo a diretora do CEI/Emei, Crystiane Bueno Ciaca, a unidade contará com 52 funcionários, entre equipe técnica, 10 professores 31 ADIs.
Fundamental – A Emef tem dois pavimentos que alojam 13 salas de aula e banheiros. A capacidade de atendimento é de 400 estudantes, mas, inicialmente, estudarão na nova unidade 144 alunos do 6º ao 9º anos, que serão transferidos da Emef João Baptista Gardelin, no Poiares, Emef Lúcio Jacinto dos Santos, no Tinga, e Emef Maria Moraes de Oliveira, do Jardim Gaivotas. O espaço contará ainda com sala de leitura, biblioteca, laboratórios de informática e de ciências, auditório para 250 pessoas com camarins e sanitários. No pavimento térreo também haverá uma cozinha para atender o complexo educacional. As 13 salas de aula e os dois laboratórios terão lousas digitais, cuja superfície pode ser utilizada como quadro branco. As lousas funcionam conectados aos notebooks dos professores, que já foram treinados para utilizar o equipamento. Segundo a diretora da Emef do Cide Centro, Jéssica Heloisa da Silva Nery, a unidade contará com cerca de 35 funcionários sendo 15 professores.
Equipe – Aproximadamente 200 profissionais da área de educação já estão trabalhando no Cide Centro, entre professores, psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, agente administrativo, auxiliares de desenvolvimento infantil, diretor, vice-diretor, estagiários, inspetores de alunos, vigias, auxiliares de limpeza e as cozinheiras do projeto Tempero de Mãe.
As diretoras Jéssica e Crystiane estão muito ansiosas e entusiasmadas com a nova missão e que sabem da responsabilidade que assumiram. “O Cide é o sonho de todo profissional da área da educação, um espaço idealizado, pensado e construído para melhorar a qualidade do atendimento prestado aos alunos, ampliando o tempo de permanência em período integral”, disseram.
O casal Ana Cristina Santos e Neyllo Rodrigues Martins, pais de João Henrique, 7 anos, contou que a expectativa é grande sobre a nova escola, principalmente porque a rotina do filho terá alterações. “Ele teve que abrir mão dos treinos de futebol porque vai estudar em período integral”, disse o pai.
Foto: Jorge Mesquita/IL

 

 

 

 

 

Leia tambem